Proprietários de carros descobrem alternativas online para venda de usados

Sites online vêm ganhando cada vez mais espaço entre brasileiros na hora de vender, comprar e até trocar veículos. Devido à situação econômica atual, os preços praticados no mercado de usados estão muitas vezes, abaixo da tabela. Isso faz com que os proprietários busquem alternativas para negociar veículos na web.

Segundo o jornal O Povo, 90% dos consumidores de veículos fazem consultas online antes da compra. O jornal também relata que 85% dos interessados julgam encontrar melhores oportunidades online. A crise econômica afetou o mercado de veículos novos e os brasileiros já preferem a aquisição de veículos seminovos ou usados.

Uma pesquisa realizada pela J.D. Power, empresa global de consultoria e pesquisas, revela que três em cada quatro brasileiros já preferem adquirir carros usados. A grande questão é que a maioria dos consumidores, antes de adquirir o próximo veículo, precisa se desfazer do atual. É nessa hora que a pressa ou a falta de comparação e pesquisas, pode afetar o bolso do consumidor.

A maioria dos brasileiros se baseia pela tabela FIPE na hora de colocar preço nos veículos para a venda. Ocorre que está cada vez mais difícil encontrar um comprador disposto a pagar o preço de tabela e a negociação quase sempre, impacta o proprietário. Uma alternativa comum e ágil é buscar a negociação direta com lojas de usados e seminovos. Nessas, o consumidor escolhe seu próximo veículo, ofertando seu atual como parte do pagamento. Todavia, a natureza dessa negociação exige que os lojistas ofereçam um valor normalmente bem abaixo da tabela para o consumidor, onerando assim o poder de compra.

Por esse motivo, os brasileiros buscam cada vez mais efetuar negociações online através de sites especializados. A evolução e concorrência entre sites e start-ups resultaram em plataformas confiáveis e facilitadoras para negociação de veículos, beneficiando os proprietários. Assim, os brasileiros já se sentem cada vez mais a vontade de utilizar esses serviços e negociar seus veículos diretamente com outros consumidores.

Neste cenário, o LinkMotors se estabelece como uma alternativa e ganha cada vez mais espaço e aceitação para venda, compra e o principal, troca de veículos. A start-up tem proposta semelhante a sites de relacionamento e paquera, só que para veículos. Lançado em 2016, o site em menos de 1 ano já teve mais de 90 mil cadastros, mais de 75 mil anúncios de veículos em todo Brasil e está em fase de expansão.

"Na hora de vender um veículo, normalmente o proprietário se depara com ofertas abaixo do esperado. Contabilizou-se também, que mais de 80% das propostas online em sites convencionais, envolvem oferta de outro veículo na troca. Todavia, as ofertas são aleatórias e irrelevantes. Sob essa demanda, desenvolvemos o LinkMotors com lógica semelhante a sites de relacionamento. O sistema automatiza as ofertas de acordo com as preferências de cada usuário e facilita a interação entre eles", disse o Cofundador da start-up, Alexandre Castanheira.

De acordo com Alexandre, a start-up também possibilita a compra e venda simples, mas ressalva que na negociação com troca, os usados são melhores valorizados já que normalmente se pratica o valor de tabela dos veículos. Assim, os consumidores têm seu poder de compra aumentado.

O site atua em todo Brasil e disponibiliza anúncios gratuitos, sem cobrança de mensalidades ou participação nas negociações.

Fonte: Terra