Comprar carro de luxo seminovo pode ser um bom negócio

A economia no valor pago pelo veículo pode chegar a até 30% em relação a um zero km

Quem é apaixonado por carros geralmente sonha com um modelo de luxo ou um superesportivo de marcas tradicionais e, quase sempre, importado. O caminho para tornar este sonho em realidade pode estar nas lojas de seminovos especializadas em comercializar modelos premium. A diferença de preços entre um carro de luxo usado por até dois anos e outro zero quilômetro varia de modelo e marca mas pode chegar até os 30%, disseram especialistas no setor ouvidos pelo JC.

As regras para garimpar, e encontrar, um seminovo premium em ótimo estado são as mesmas utilizadas para um modelo popular. É importante conhecer o histórico do veículo, checar no manual do proprietário se as revisões foram feitas e ficar de olho em possíveis avarias provocadas por colisões que o carro possa esconder. A diferença é que a chance de fazer um bom negócio com o carro de luxo, em relação a um carro popular, é maior. “Dificilmente um seminovo premium foi maltratado pelo primeiro comprador”, diz Solón Melo Filho, diretor-comercial da JBS veículos, uma loja de seminovos referência do Recife. O empresário diz que a grande maioria é de carros pouco rodados, com revisões feitas em autorizadas e ainda na garantia de fábrica - cujo tempo restante é transferido para o novo comprador.

SEMINOVOS

Tem ainda o fato de que a avaliação feita pelos consultores da loja antes de receber o veículo para a venda é muito rigorosa. “O comprador do seminovo de luxo é exigente e está à procura de um bom negócio”, diz Solón Filho que ainda acrescenta às vantagens o IPVA pago e a amortização da desvalorização do veículo, que todo carro novo tem ao sair da concessionária. Ele dá como exemplo o preço de um modelo bem procurado, o Toyota SW4 diesel que, 0 km, custa em torno de R$ 250 mil e com pouco tempo de uso pode ser encontrado por R$ 220 mil. Um belo desconto de R$ 30 mil.

Para quem tiver paciência e souber procurar, a vantagem pode ser ainda maior. Solón mostra como exemplo uma BMW X6, ano 2016, com apenas seis mil km rodados que está sendo oferecida por R$ 335 mil. O preço do mesmo modelo zerado é cerca de R$ 415 mil. O comprador do seminovo vai economizar nada menos que R$ 80 mil. O empresário ainda diz que este segmento de mercado não é feito apenas de compradores de SUVs. Os modelos esportivos estão crescendo no interesse dos pernambucanos. Assim, carros da Porsche, Mercedes e BMW de alto desempenho estão sendo bem procurados.

“Para cada 10 carros novos vendidos, seis ou sete seminovos são deixados como valor de entrada”, revela Túlio Dornelas, gerente-geral da New Sedan, concessionária Mercedes-Benz no Recife que acaba de abrir uma loja especializada na comercialização de seminovos premium, no bairro do Pina, Zona Sul do Recife. Tulio diz que são esses seminovos, dados como entrada pelos compradores de novos, que vão abastecer as lojas de usados. “Fazemos uma avaliação rigorosa, mesmo que o dono do veículo seja um cliente nosso, diz Túlio.

Compradores de seminovos são aqueles que querem conhecer a marca e não têm, ou não querem, investir um valor alto para comprar um veículo premium zero km. Ou simplesmente é gente que quer economizar e não liga em andar num seminovo ou mesmo num modelo que teve o visual atualizado recentemente. O apelo de possuir um modelo top pagando menos funciona. Ele dá como exemplo um Mercedes Classe C, carro de entrada da marca que, novo, custa R$ 178 mil. É possível encontrar um modelo 2015 por cerca de R$ 125 mil. São cerca de R$ 50 mil a menos.

Fonte: JcOnline