Venda de veículos usados cresce até 72,7% no Ceará.

Percentual foi registrado para os carros com nove a doze anos de uso. Na média, o setor cresceu 0,2%

http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/logger/p.gif?a=1.1894444&d=/2.187/2.188/2.759/2.814O Ceará registrou, em janeiro, alta de 72,7% na venda de carros com nove a doze anos de uso, na comparação com igual mês de 2017. Já os carros com quatro a oito anos de rodagem subiram 52,6% nas vendas, na comparação entre os meses de janeiro deste ano e do ano passado. Os registros de venda de carros com mais de treze anos aumentaram 26,3%. No entanto, os seminovos (de zero a três anos) contabilizaram queda de 52,2% nas vendas. No todo, o setor cresceu 0,2% no último mês. Os dados são do Sindicato dos Revendedores de Veículos Automotores do Estado do Ceará (Sindvel-CE).

Na comparação entre janeiro de 2018 e dezembro de 2017, o setor acumula queda de 37,7% nas vendas. Os usados com quatro a oito anos de rodagem puxaram o recuo, com 41,3%. Em seguida, os veículos com nove a doze anos registraram 40,9% de queda. Os seminovos caíram 39% enquanto os veículos com mais de 13 anos diminuíram 20,7% as vendas.

Os números de janeiro, comparado com igual mês do ano passado, animam o setor de veículos usados. Conforme o presidente do Sindvel, Everton Fernandes, os números do mês não costumam refletir a realidade.

Segundo explica, as pessoas deixam para registrar a venda após janeiro, para evitar ter de pagar o Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) completo. Ou seja, a probabilidade é que tenham sido vendidos muito mais carros do que o registrado.

"As pessoas costumam adiar a transferência. Nossa estimativa é crescer 6% as vendas (no Estado) neste ano. E só não vai ser maior pela redução na oferta de veículos seminovos no mercado. Foram vendidos menos carros novos nos últimos dois anos, então a oferta não vai estar à altura da demanda. A gente já vê o mercado de novos, nos últimos três meses de 2017, em uma forte recuperação e 2018 sinalizando que isso vai impactar no mercado de seminovos nos anos seguintes", explicou.

Nacional

As condições melhores de emprego e crédito permitiram que a venda de carros mais baratos voltasse lentamente a crescer no segundo semestre de 2017, de acordo com dados levantados pelo Estadão/Broadcast. Essa virada, segundo analistas, deve se consolidar em 2018, levando o mercado como um todo a taxas mais expressivas de expansão.

O desempenho foi capaz de compensar a queda que ainda se via no primeiro semestre, e levou os segmentos de entrada e hatches pequenos, a um crescimento de 3,1% em todo o ano, com o emplacamento de 564 mil unidades. A expansão, no entanto, ainda foi menor do que a do mercado como um todo, que teve aumento de 9,2%. Os veículos utilitários esportivos (SUVs), cresceram 36%.

Fonte: http://diariodonordeste.verdesmares.com.br/cadernos/negocios/venda-de-veiculos-usados-cresce-ate-72-7-no-ceara-1.1894444