Mercado de carros usados sobe 7% em 2019, confira os 10 mais vendidos

Comércio de usados teve 2.282.854 carros comercializados este ano
Entidade que reúne lojistas tem "otimismo moderado" para 2019
Balanço divulgado pela Fenauto (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores) referente ao primeiro bimestre de 2019 aponta crescimento de 7,1% nas vendas de automóveis e comerciais leves usados e seminovos no país, na comparação com igual período do ano passado.

De acordo com a entidade, que representa os lojistas multimarcas, os meses de janeiro e fevereiro somaram 2.282.854 unidades comercializadas.

A alta no acumulado deste ano, de acordo com a federação, foi puxada pelo bom desempenho da Região Nordeste, cujas vendas cresceram 18,3%, bem acima da média do setor. Os números sustentam um "otimismo moderado" quanto ao segmento, nas palavras de Ilídio dos Santos, presidente da Fenauto.

"Continuamos mantendo um otimismo moderado para o comportamento do segmento neste ano, mantendo uma atenção especial ao nível de confiança do consumidor", avalia.

Ainda assim, o desempenho de fevereiro, que registrou 1.119.477 veículos vendidos, apresentou queda de 3,8% na comparação com janeiro -- justificada pelo fato de o mês passado ter dois dias a menos, de acordo com a federação. Ao mesmo tempo, a performance de fevereiro de 2019 foi 13,5% maior ante fevereiro de 2018.

UOL Carros obteve com a Fenauto a relação dos dez veículos seminovos e usados mais vendidos neste início de ano, com destaque para o Volkswagen Gol, que dispara na liderança com 142.683 unidades, bem à frente do Fiat Uno, segundo colocado com 87.655 exemplares vendidos. Confira abaixo os dez modelos usados campeões no primeiro bimestre:

10 usados mais vendidos em 2019
1. Volkswagen Gol: 142.683 unidades
2. Fiat Uno: 87.655
3. Fiat Palio: 86.351
4. Ford Fiesta: 58.299
5. Chevrolet Celta: 53.881
6. Volkswagen Fox: 46.277
7. Fiat Strada: 42.991 
8. Chevrolet Corsa: 41.693 
9. Ford Ka: 39.484
10. Fiat Siena: 38.747

Fontes: Denatran (Departamento Nacional de Trânsito) e Fenauto