Franca registra venda de 18 mil veículos usados em janeiro

Com crescimento de 6,6% no comércio de usados em comparação com janeiro de 2019, lojistas venderam cerca de 604 usados por dia

O ano de 2020 começou aquecido em Franca quando o assunto é a venda de veículos usados e seminovos. Dados da Fenauto (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores) apontam um crescimento de 6,6% na venda de usados quando comparados os resultados dos meses de janeiro de 2019 e deste ano. São 18.725 veículos vendidos no último mês ante 17.561 nos primeiros 31 dias do ano passado. Uma média de 604 veículos usados foram comercializados por dia nas concessionárias, estacionamentos e revendedoras francanas.

O mercado de veículos usados em Franca segue a tendência de crescimento registrada no Brasil. No ano passado, segundo a Fenauto, houve um aumento de 2,2% na venda de usados em todo o País. Os usados mais comercializados em território nacional são aqueles considerados jovens (4 a 8 anos de uso), 39% do total. Os menos vendidos foram os seminovos (0 a 3 anos de uso), correspondendo a 15% do total. Apesar disso, proporcionalmente, o crescimento mais significativo foi registrado nos veículos com 9 a 12 anos de uso e os de 13 ou mais.

No total, em 2019, mais de 207 mil automotores usados foram comercializados em Franca, número que representa 2,8% de aumento em relação a 2018. Outra semelhança com o cenário nacional é a respeito dos veículos mais comercializados na Terra do Calçado, sendo também os considerados jovens, que representam 37% do total. Destaque também para a venda dos veículos mais velhos, com 9 anos ou mais, que cresceu 25,2%. Os modelos mais comercializados foram o Gol e o Fiesta que, acumulados, somam mais de 11% do total.
Os dados da Fenauto consideram as vendas de todos os tipos de veículos automotores e não apenas automóveis, ou seja, incluem motos, caminhões, tratores...

Mercado aquecido

Para Marcelo Silveira, proprietário da Itacar Veículos, loja de automóveis usados em Franca, o crescimento das vendas é substancial desde meados de 2018. “Em 2019 o mercado ficou mais aquecido, com certeza. Desde o fim de 2018 houve um aumento de 15% a 20% nas vendas, sendo dezembro o melhor mês em resultado”, conta o comerciante. “As vendas em janeiro deste ano caíram um pouco, considerando ser um mês de pagamento de IPVA, é normal dar uma desaquecida. Para este ano esperamos um resultado ainda melhor”, completou.

Outro lojista esperançoso com os resultados para 2020 é Júnior Lemos, que administra a Eurocar Veículos. “O ano começou bem mais aquecido que os outros anos. De outubro pra cá, está muito bom. Só na segunda quinzena de janeiro que tivemos uma queda, porém já voltou ao normal.”

Para César Silva, representante da Markinho Automóveis, o mercado está aquecido. “Nós temos uma média de 50 veículos vendidos por mês e, em janeiro deste ano, batemos o recorde com mais de 80 vendidos. As vendas têm crescido, em média, 10% ao mês.”

Para 2020, Silva espera um crescimento ainda maior e um dos motivos, segundo ele, é a aposta na publicidade realizada nas redes sociais e aplicativos. “Tem tudo para ser um excelente ano! Com a internet, as vendas ficam mais dinâmicas e consigo atender clientes de todas as partes do País. Atualmente 60% das vendas são feitas para outras cidades.”

Fonte