Brasil terá transferência eletrônica de veículos completa até final de 2020

Projeto RENAVE prossegue avançando nos Estados

O projeto RENAVE – Registro Nacional de Veículos em Estoque – idealizado pela Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores (Fenauto), com a participação da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea) e a Federação Nacional Distribuição Veículos Automotores (Fenabrave), prossegue e deverá ser implementado em todo o país até o final de 2020.

A informação também é confirmada pelo Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro), que anunciou a expansão dos testes da iniciativa para mais estados do Brasil

A plataforma proporciona uma maior segurança no comércio de veículos, com o uso de certificados eletrônicos e assinatura de documentos digitais, com o objetivo de agilizar o processo de transferência de automóveis usados, tanto para compra quanto para venda, agilizando o trâmite e reduzindo os custos atuais oferecendo maior transparência a todo o procedimento.

Segundo o presidente da FENAUTO, Ilídio dos Santos, o RENAVE “teve seu piloto testado com sucesso em Santa Catarina e deve ser implementado, já em agosto, nos estados do Espírito Santo e Goiás, devendo se estender, em seguida, ao Rio Grande do Sul e São Paulo. Nossa expectativa é que o sistema deverá estar operando em todo o país até o final de ano. Com ele, esperamos diminuir o tempo de espera pela finalização e nas despesas na emissão da documentação”.