Pandemia: lojas do DF venderam 49 mil usados a menos do que no ano passado

Foram 87.588 em 2020, contra 136.614 em 2019. Isso significa um baque de 35,9%. Comparando-se com junho, o comércio de julho ficou estável
Os comerciantes de veículos usados do Distrito Federal venderam, em julho deste ano, 16.974 unidades, contra as 17.034 de junho. Isso significa 60 unidades a menos, ou -0,4%. Mas pelo menos os dados constatam uma estabilidade.

Em relação ao acumulado do ano (janeiro a julho), as vendas (efetivamente em razão da pandemia de Covid-19) despencaram 35,9% – ou 49 mil a menos do que em 2019. A contabilidade é da Fenauto, a federação das associações que reúne os revendedores de veículos seminovos e usados.

O comércio de veículos pesados, por sua vez, caiu em 43% (499 a menos) no mesmo período. As transações com motos ficou 40,2% abaixo (11.402 em 2019 contra 6.824 agora este ano). No geral, as vendas por dia útil (média) ficou em 592, contra 923 do ano passado.

FONTE: FENAUTO/DENATRAN