Informação

Novidades e informação ao mercado

Vendas de carros usados fecham semestre com alta expressiva

Press releases . 01 Julho 2024


A FENAUTO divulgou seu relatório, referente às vendas de veículos seminovos e usados no mês de junho, fechando o primeiro semestre do ano.

Segundo a entidade, no mês de Junho de 2024 foi registrada uma alta expressiva, em praticamente todos os índices apurados. Confira abaixo:

Comparativo de vendas entre maio e junho de 2024: alta de 7,3% (1.295.165 unidades comercializadas contra 1.207.575).

Comparativo de vendas por dia útil entre maio e junho de 2024: alta de 18%.

Comparativo de vendas entre junho de 2023 e junho de 2024: alta de 10,2%.

Comparativo de vendas acumuladas no 1º semestre de 2024 com o mesmo período de 2023: alta de 7,2% (7.343.752 unidades contra 6.851.087).

Os preferidos pelos consumidores em junho foram:

AUTO

VW - GOL: 62.344

FIAT - UNO: 34.255

FIAT - PALIO: 33.222

COMERCIAIS LEVES

FIAT - STRADA: 29.778

VW - SAVEIRO: 18.959

TOYOTA - HILUX: 14.240

MOTOS

HONDA - CG150: 68.139

HONDA - BIZ: 31.979

HONDA - CG125: 28.144

COMERCIAIS PESADOS

FORD - CARGO: 2.198

VOLVO - FH: 1.613

FORD - F4000: 1.240

Para o presidente da FENAUTO, Enilson Sales, o resultado até o final do ano caminha para ser muito positivo.

“Temos mantido uma média, em geral, de cerca de 1,2 milhão de veículos comercializados por mês. Se fizermos uma conta simples para os próximos meses e somarmos ao já registrado até agora, poderemos chegar a mais de 15 milhões de veículos até dezembro. Lembrando que no final do ano, o varejo sempre tem uma evolução maior por conta das festas de final de ano, 13º, promoções de vendas etc.
Nossa expectativa é algo próximo de 15,3 milhões, um resultado muito bom, considerando os efeitos das enchentes que afetaram o Rio Grande do Sul, um dos estados que mais contribui com vendas para o resultado nacional, mas que vem recuperando seu potencial rapidamente. O que pode ameaçar o desempenho do setor é uma possível inflação maior para os próximos meses, como alguns analistas preveem, e, consequentemente, segurar a queda das taxas de juros que vinham ocorrendo até recentemente.”


Setor automotivo promove o Auto Summit 2024 para debater inovações e o futuro do segmento

Press releases . 11 Junho 2024


Está programado para acontecer, no próximo dia 17 de junho, em São Paulo, o Auto Summit 2024, um evento promovido pela Acrefi, Febraban, Fenabrave e Fenauto com o objetivo de debater as inovações e o futuro do setor automotivo no Brasil.

Realizado na sede da B3, a bolsa do Brasil, o evento tem como objetivo fomentar discussões a respeito de políticas públicas direcionadas para o setor automotivo, os impactos econômicos e sociais atuais do segmento, garantia e segurança nas aquisições de veículos, formas de proteção contra fraudes, o papel das integradoras, dos empresários e do mercado financeiro neste ecossistema, concessão de crédito, entre outros temas relevantes.

Estão confirmados como palestrantes o Adrualdo Catão, Secretário Nacional de Trânsito – Ministério dos Transportes, os presidentes dos Detrans de São Paulo, Bahia, Minas Gerais, Paraná e Espírito Santo, lideranças do segmento de veículos dos bancos Pan, Santander, Safra, Itaú, Bradesco e Banco Votorantim, além dos líderes das entidades organizadoras do evento.

“É uma honra para a B3 receber o Auto Summit 2024 e poder debater sobre os desafios para o setor automotivo. A B3, como infraestrutura de mercado, é uma importante aliada do setor no oferecimento de discussões que contribuem para a evolução deste segmento e esperamos, com este evento, seguir colaborando com os Detrans, com as instituições financeiras, com os lojistas e principalmente com a sociedade”, afirma Marcos Vanderlei, vice-presidente da Unidade de Infraestrutura para Financiamentos da B3.

“A FENAUTO vem trabalhando intensamente, no sentido de oferecer aos profissionais do segmento de veículos usados, as melhores informações e perspectivas do setor, visando a geração de novos negócios. A reunião das mais importantes entidades da cadeia automotiva mostra a força que o segmento tem e como todos podem colaborar para o fortalecimento de suas respectivas áreas”, comenta Enilson Sales, presidente da FENAUTO.

Os benefícios para a economia e para a sociedade do Renave para usados, segundo o presidente da Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi), Tadeu Silva, será um dos principais temas a serem abordados. "O setor automotivo é muito importante para o mercado financeiro e a economia do País como um todo, pois impulsiona o PIB (Produto Interno Bruto) e auxilia pessoas a realizarem sonhos. É um mercado em profunda transformação e com enormes desafios e a Acrefi trabalha para fomentar a união entre os associados e todo o setor para que essas barreiras sejam vencidas", ressalta Tadeu Silva.

Para a FENABRAVE, participar de um evento que discutirá inovações e a implementação nacional de sistemas, como o RENAVE USADOS, que facilitam a comercialização de veículos, é de fundamental importância e está no centro das nossas atenções. Temos, ao lado de outras entidades do Setor e do Governo, caminhado para o desenvolvimento e implantação de programas permanentes que propiciem a evolução constante do setor automotivo, incluindo a distribuição de veículos. Essa é a nossa missão e o nosso comprometimento”, afirma Andreta Jr., Presidente da FENABRAVE/FENACODIV.

“A indústria e todo o mercado automotivo têm enorme relevância para a economia e para o sistema financeiro nacional. É papel da Febraban e seus bancos associados trabalhar lado a lado com essa indústria para garantir o seu avanço através do impulsionamento do crédito e no desenvolvimento de soluções que forneçam maior agilidade e segurança ao setor. É um prazer podermos fazer parte desse evento e nos aproximarmos mais do setor”, diz Ivo Mósca, diretor de Inovação, Produtos e Serviços da Febraban.


Chuvas no Sul impactam vendas de veículos usados

Press releases . 04 Junho 2024


Relatório divulgado pela FENAUTO, sobre as vendas de veículos usados durante o mês de maio, apontou que, no mês, não foram registradas transferências feitas no Rio Grande de Sul, entre os dias 07/05 e 26/05, o que provocou uma queda significativa de 78% no resultado do Estado. A queda nas vendas está diretamente relacionada às fortes chuvas e inundações que assolaram o Estado e, em maio, foram transferidas 21.184 unidades contra 97.584 em abril.

Em termos nacionais, a variação por conta do resultado no Sul, ficou negativa em 8,2%. Mas, mesmo assim, as vendas Brasil fecharam com um resultado acumulado positivo de 6,6% em relação a 2023, chegando a um total de 6.048.587 veículos comercializados no período.

Enilson Sales, presidente da FENAUTO, comenta que “a tragédia que se abateu sobre nossos irmãos gaúchos realmente é triste e todos nós torcemos para que se recuperem logo. Mas, pelas proporções que esse acontecimento atingiu, estimamos que a economia ainda levará um bom tempo para se recuperar plenamente. Isso é realmente preocupante, na medida em que a contribuição das vendas do Estado, no resultado nacional, é grande. Vamos acompanhar com atenção a recuperação dos negócios mês a mês e o impacto que elas terão até o final do ano”.

Veja os preferidos pelos compradores nacionais no mês de maio.

AUTO

VW - GOL        58.209 Unidades

FIAT - UNO      32.118 Unidades

FIAT – PALIO   30.669 Unidades

COMERCIAIS LEVES

FIAT - STRADA             28.246 Unidades

VW - SAVEIRO             17.422 Unidades

TOYOTA - HILUX         14.144 Unidades

MOTOS

HONDA - CG150         67.794 Unidades

HONDA – BIZ              31.388 Unidades

HONDA - NXR150       27.603 Unidades